Se você precisa avaliar todas as máquinas em sua instalação com o intuito de emitir um laudo NR12 a fim de atender a norma regulamentadora NR12 e ao mesmo tempo possui um orçamento limitado para fazer este trabalho, por onde deve começar? O pensamento mais óbvio seria emitir laudo NR12 para as máquinas mais perigosas, mas seria possível avaliar o que é mais ou menos perigoso? Para isso, antes de pensar no laudo NR12, você precisa elaborar uma apreciação de risco.

laudo nr12 exemplo laudo nr12 exemplo

Figura 1 – Exemplo de laudo NR12

Se tivermos 100 ou mais máquinas para emitir o laudo NR12, uma apreciação de risco completa de todas elas pode custar cerca de 10% do valor que gastaria para adequar e emitir o laudo NR12 das mesmas.  Apenas para fazer a apreciação de risco, deve-se considerar pelo menos 4 semanas para realizar a avaliação no local e outras quatro semanas para receber o relatório documentado. Depois de receber o relatório, você ainda terá que ler os resultados de cada máquina e ainda não saberá quais máquinas são mais perigosas e por onde começar a agir.

Orçamento, tempo e priorização são desafios comuns para a maioria dos gerentes de instalações ou de segurança no que diz respeito à proteção, adequação das máquinas e laudo NR12. A solução pode ser uma ferramenta chamada avaliação de alto nível, às vezes também conhecida como “verificação de segurança”. Menos tempo, menos custo, direção clara: Qual é a diferença entre uma avaliação de alto nível e uma avaliação completa de adequação NR12? Com uma avaliação de alto nível, um especialista em segurança de máquina revisa cada máquina em sua instalação avaliando a proteção existente, conformidade com padrões NR12 e identifica onde uma avaliação de risco mais completa e/ou ação corretiva poderia ser necessária. Uma avaliação de risco completa consiste em vários elementos diferentes que podem levar mais tempo pois neste caso os limites da máquina são determinados e as diferentes tarefas que as pessoas executam são avaliadas e documentadas associando e verificando os riscos a cada uma. Assim, cada tarefa perigosa é ponderada pela gravidade da lesão, frequência de exposição e possibilidade de acontecer. Esses três fatores são combinados para determinar um nível de risco para o perigo. Assim, podemos priorizar qual máquina deveria ter o laudo NR12 emitido primeiro.

Em alguns casos, esse resultado de nível de risco é o escopo do relatório que finalizará com o laudo NR12. Em uma avaliação mais abrangente, o nível de risco estará relacionado ao nível apropriado de controle necessário e uma solução de proteção proposta para cada máquina será fornecida de forma a balizar a adequação NR12 e o laudo NR12. Dependendo do profissional, as avaliações de risco podem incluir mais ou menos detalhes sobre esses vários elementos e por isso é importante saber exatamente o que será incluído no relatório final.

Ao contrário de uma avaliação de risco completa em que uma única máquina pode ser avaliada durante um período de várias horas ou até dias para uma célula complexa, uma avaliação de alto nível geralmente leva apenas minutos por máquina para determinar se a proteção existente é compatível e se algum trabalho adicional precisa ser feito. Normalmente, o avaliador conversará brevemente com o operador da máquina para descobrir quaisquer riscos do trabalho específico que está sendo feito na máquina, o que poderá exigir alguma consideração especial.

Avaliar Antes de Emitir o Laudo NR12

A típica verificação de segurança de alto nível incluirá a inspeção de proteções e dispositivos no ponto de operação ou no perímetro onde estiver a máquina, avaliando portanto itens como energia e outras partes móveis. As máquinas também devem ser inspecionadas quanto a existências de barreiras, dispositivos de parada de emergência e dispositivos de isolamento de energia, itens estes que constarão em um laudo NR12 posteriormente.

Os resultados da verificação de segurança de alto nível devem incluir um relatório por escrito que inclua aprovação/reprovação para cada critério de proteção revisado, como as principais categorias ou critérios de segurança da máquina são classificados, recomendações para as próximas ações e quais máquinas precisam ter uma parada programada para realização dos serviços.

Na maioria dos casos, o relatório priorizará as máquinas para a próxima ação usando um sistema de pontuação. O relatório fornecerá orientações e recomendações sobre quais máquinas precisam de mais atenção e onde dispender tempo e investimento para adequação NR12 e laudo NR12 dos equipamentos fabris.

Todo o processo é projetado para ser muito eficiente, ráPIDo, econômico e produzir resultados em uma fração de tempo e custo em comparação com uma avaliação de risco completa.

Se a máquina passar em todas as categorias ou critérios, algumas empresas fixam uma etiqueta ou adesivo de inspeção de aprovação na máquina, informando a data da inspeção e conformidade com os regulamentos de proteção. Estas máquinas, portanto serão as últimas a receberem um laudo NR12.

Embora uma avaliação completa de risco para 100 máquinas possa custar 10% do investimento total e alguns meses para ser concluída, uma avaliação de alto nível para o mesmo número de máquinas pode custar menos e possibilitar uma priorização por onde os trabalhos devem começar. Assim, o laudo NR12 para cada máquina pode ser emitido por etapas distribuindo melhor o investimento ao longo do tempo.

O que Procurar em um Profissional para Emitir Laudo NR12?

A emissão de um laudo NR12 deve ser feito por um profissional com formação em engenharia e pós graduação em engenharia de segurança do trabalho. Deve ter certa experiência a fim de garantir que cada categoria de proteção seja analisada corretamente. O consultor deve atender aos seguintes critérios:

  • Ter experiência na análise de máquinas, adequação NR12 e avaliações de nível de risco e estratégias de redução de riscos;
  • Ter treinamento formal sobre os padrões de avaliação de risco conforme NR12 e experiência nas metodologias de avaliação de risco pertinentes;
  • Ter um histórico de avaliação de diferentes tipos e quantidades de máquinas em diferentes unidades fabris;
  • Possuir capacidade de inspecionar dispositivos de proteção e locais perigosos para os atuais padrões de proteção de máquinas no Brasil;
  • Ser experiente e ter uma compreensão completa da aplicação correta de dispositivos de segurança e acionamentos;
  • Ser capaz de fornecer referências quanto a laudo NR12.

Referências para laudo NR12