Rele de Segurança: Atendendo A NR12

//Rele de Segurança: Atendendo A NR12

O rele de segurança é um dispositivo responsável por monitorar uma função de segurança como parada de emergência, porta de proteção, cortina de luz, proteção de perímetro ou controle com duas mãos. Em caso de perigo, o rele de segurança trabalhará para reduzir o risco a um nível aceitável e quando ocorrer um erro, o relé de segurança iniciará uma resposta segura e confiável. Cada rele de segurança monitora uma função específica e podemos obter o monitoramento total de uma máquina ou planta ao conectá-lo a outros relés de segurança. O rele de segurança é uma maneira simples e eficiente de atender aos padrões de segurança existentes, resultando em operação segura para a equipe e os equipamentos, bem como uma longa vida útil dos mesmo. A redução de riscos deve ser uma prioridade para qualquer negócio, tanto para proteger seus funcionários quanto para reduzir a possibilidade de acidentes dispendiosos ou danos a equipamentos. Sabemos que por regra, se um risco puder ser reduzido, então deveria ser.

Algumas funções do rele de segurança incluem:

  • Parada de um MOVimento de maneira controlada e segura.
  • Monitoramento da posição de portas de segurança.
  • Interromper um MOVimento quando estiver uma pessoa presente.
  • Emergência desligada/parada

1 – Operação de um Rele de Segurança

O rele de segurança é simples de operar e por este motivo seu uso não requer medidas específicas de treinamento. Geralmente, tudo que é necessário para implementar com sucesso um rele de segurança é algum conhecimento elétrico e alguma consciência dos padrões exigidos em uma situação particular (emergência ou bimanual?). O uso de rele de segurança tornou-se difundido devido ao seu design compacto, alta confiabilidade e, o mais importante; o fato de que eles atendem a todos os padrões exigidos por norma (NR10 e NR12). Eles se tornaram um componente integral de qualquer indústria ou máquina onde as funções de segurança são necessárias. Atualmente, os diferentes tipos de rele de segurança conseguem atender praticamente todos os requisitos necessários para manter a segurança em uma indústria ou unidade fabril.

rele de segurança rele de seguranca

Figura – Esquema elétrico de um rele de segurança

2 – Rele de Segurança no campo

Os relés de segurança são comumente usados ​​em dispositivos de controle, como:

Cortinas de Luz: Cortinas de luz como o próprio nome diz funciona como uma espécie de cortina de feixes e são usadas para proteger pessoas nas proximidades de máquinas em MOVimento. Assim, quando qualquer um dos feixes infravermelhos gerados pelo dispositivo for romPIDo, um sinal de parada é enviado para o equipamento relevante. Cortinas de luz serão tipicamente conectadas a um rele de segurança, que por sua vez lidará com o processo real de reMOVer a força motriz do perigo (desenergizar um motor, etc). Alguns relés de segurança também podem ser equipados com uma funcionalidade de bloqueio que permite a desativação temporária da função de segurança. Por exemplo, quando usado com cortinas de luz, o rele pode permitir que objetos passem através das cortinas sem que haja o acionamento do rele de segurança.

Tapete de Segurança: O rele de segurança sensível à pressão pode ser usados ​​em conjunto com esteiras de segurança para garantir a segurança de pessoas e aumentar a de outros dispositivos de segurança. Por exemplo, pode-se configurar um conjunto de cortinas de luz para permitir que objetos passem por ele enquanto o tapete de segurança for ativado, permitindo o acesso para carregar ou descarregar uma máquina. Os tapetes de segurança também podem ser usados ​​como medida de segurança independente. Assim como as cortinas de luz, eles podem ser configurados para iniciar um comando de parada quando ativados.

Chave Alavanca de Três Posições: Chaves alavanca de três posições podem ser essenciais para solucionar problemas de aplicações onde deve haver MOVimento somente quando o equipamento estiver sendo operado por uma pessoa. Geralmente possuem a forma de um joystick sensível à pressão que é mantido em uma determinada posição para operar sendo que quando o usuário solta este joystick, ele retornará à posição de parada padrão.

Dispositivos de Controle Bimanual: Um dispositivo de controle bimanual é essencial para operações que exigem um alto grau de segurança. Esses dispositivos são cruciais quando se deseja impedir que o operador alcance a área perigosa. Um exemplo é a operação de prensa em que haja a necessidade de garantir que quando o operador acione a mesma com uma mão, a outra mão não esteja alimentando esta prensa. Assim, coloca-se dois botões (bimanual) onde somente ao acionamento dos 2 simultaneamente dão condição para acionar a prensa.

Interruptores Magnéticos: Um interruptor magnético é útil em aplicações onde é crucial que uma porta ou escotilha seja fechada ou que dois objetos se interceptem ou estejam alinhados um com o outro. Assim, quando o contato entre os dois sensores é perdido, um sinal de parada de emergência pode ser enviado para o rele de segurança apropriado a fim de impedir com que a máquina opere sem segurança. Os interruptores magnéticos são muito compactos, o que permite fácil posicionamento ou ocultação quando usados ​​em portões ou interruptores. Como não é necessário nenhum contato mecânico para operação, geralmente possuem uma longa vida útil operacional. Água, sujeira e poeira não afetam os interruptores magnéticos, permitindo seu uso em uma variedade de ambientes e condições.

Botões de Parada de Emergência: os botões de parada de emergência (também conhecidos como parada de emergência) são usados ​​para parar uma máquina quando ela está em colapso ou se alguém estiver em perigo. Todos os botões de parada de emergência devem ser vermelhos instalados em uma caixa amarela. Alguns botões de parada de emergência também apresentam um cabo de emergência permitindo a interação com a interface de parada, mesmo quando distante do próprio botão.

sensores de Segurança sem Contato: Semelhante a um comutador magnético, um sensor de segurança sem contato é ideal para uso quando é crucial que objetos sejam alinhados, mas quando não precisam estar em contato direto, ao contrário de um comutador magnético. Alguns desses sensores também permitem que vários sensores sejam usados ​​em conjunto, permitindo uma configuração mais precisa quando necessário.

Interruptores de Segurança de Intertravamento: Um interruptor de segurança de intertravamento é usado para detectar quando 2 ou mais componentes estão bloqueados juntos e também pode ser usado para mantê-los no lugar até que determinados parâmetros sejam atendidos, como a conclusão de uma operação por exemplo. Isto pode ser conseguido de várias maneiras diferentes, como utilização de travas ou lógicas de programação no caso de um CLP de segurança.

2018-04-11T17:43:32+00:00 By |Categories: Automação Industrial|0 Comentários
Formado em Engenharia Elétrica pela UNESP (Universidade Estadual Paulista) com Pós Graduação MBA em Gestão de Projetos pela FVG (Fundação Getúlio Vargas) e certificação internacional em Gestão de Projetos pelo PMI (Project Management Institute). Também possui certificação Green Belt em Lean Six Sigma. Atuou na implantação dos pilares de Engenharia de Confiabilidade Operacional e Gestão de Ativos Industriais em grandes empresas como Votorantim Metais (CBA) e Votorantim Cimentos. Como Gerente de Projetos pela Siemens e Citisystems, coordenou vários projetos de automação e redução de custos em empresas como Usiminas, JBS Friboi, Metso, Taesa, Cemig, Aisin, Johnson Controls, Tecsis, Parmalat, entre outras. Possui experiência na implementação de ferramentas Lean Manufacturing em empresas como: Faurecia, ASBG, Aisin Automotive, Honda, Unicharm e Flextronics. Atualmente é Diretor de Projetos na empresa Citisystems e membro do Conselho de Administração da Inova, organização gestora do Parque Tecnológico de Sorocaba.